quinta-feira, 25 de março de 2010

Amor à pesquisa

Por Renato Janine Ribeiro.



Porque não vejo razão, para

alguém fazer uma pesquisa de verdade,

que não seja o amor a pensar, a libido

de conhecer. E, se é de amor ou desejo

que se trata, deve gerar tudo o que o

amor intenso suscita, de tremedeira até

suor nas mãos. O equivalente disso na

área de pesquisa é muito simples: o

susto, o pavor diante da novidade. Mas

um pavor que desperte a vontade de

inovar, em vez de levar o estudante a

procurar terra firme, terreno conhecido”

(RIBEIRO, 2003, p.125. Grifos do autor).

2 comentários:

Mindi,  10 de abr de 2010 14:03:00  

Oi Isa, seu amor pela pesquisa é notório. Continue nesse caminho...

Mindi.

bjos

Museu Exploratório 19 de jul de 2010 10:43:00  

No Ano Internacional da Biodiversidade, o Museu Exploratório de Ciências (MC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) realiza no dia 12 de agosto, em Campinas, o fórum “Biodiversidade em perspectiva: patrimônio genético, patentes e pirataria”. Afinal, a quem deve pertencer os royalties das descobertas científicas no Brasil e no resto do mundo?
O evento é gratuito e acontece no Auditório do Centro de Convenções da Unicamp (CDC) das 9 às 17 horas. Podem participar pesquisadores, professores, estudantes e demais interessados no assunto. As inscrições devem ser realizadas no site http://www.cori.unicamp.br/foruns/ até o dia 10 de agosto.

Twitter

    follow me on Twitter

      © Blogger templates Psi by Ourblogtemplates.com 2008

    Back to TOP